Maria Margarida

Maria MargaridaNasci há muito. Lembro-me de todas as crises e de todas as guerras. Quase colega de D. Afonso Henriques, mulher de batalhas e de armas, capaz de bater em quer que se atravesse no caminho. Não tenho medo de ninguém e ainda que o meu corpo franzino me faça parecer frágil, ninguém me chega aos calcanhares. Sou uma mulher alta em tudo: corpo e alma.
Mas ainda que alta e magra, são os meus olhos azuis rodeados de sardas que ficam para sempre na memória de quem se cruza com esta imensidão de coragem e resiliência, carinho e ternura. Pronto, pronto… teimosia… e… um mau feitio, mas daqueles que têm a sua graça!
Vivo na fronteira da sensatez e da loucura e já muitas vezes me chamaram de bipolar, como se dentro de si vivessem duas pessoas enlouquecidas por uma conversa sem fim. Tenho um sentido forte, certeiro, assertivo. É um sentido extra, o sexto sentido talvez, talvez mais do que isso. Apurado não chega para definir esta capacidade exponencial. Há quem diga que o que tenho mesmo é um…

Sentido Afiado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s