Metrónomo # D-Day

Ouvi esta música hoje pela primeira vez e não pode resistir à vontade de partilhá-la… Estava sentada no sofá, de costas para a televisão a ouvir o novo programa do Herman José (vamos falar do Cá por Casa noutras linhas) quando fui invadida por estes acordes…

De repente senti-me em viagem ainda que continuasse sentada, como se esta música tivesse o poder de me fazer andar, viajar, fugir. Sem dar conta saí da sala e andei pela minha vida como se a cada note me fosse dada a possibilidade de reviver uma emoção, um sentimento, um qualquer momento do passado que se esfumou. Vi coisas boas e coisas menos boas a cavalgarem-me a memória, mas tudo acompanhado por um bom sentimento.

O fim, abrupto, desta música, acordou-me também de uma forma bruta daquele estado letárgico em que me encontrava. Percebi que já é dezembro, o ano aproxima-se do fim… O que temos nós para contar deste 2016?

Acho que esta música nos faz pensar na caminhada que temos feito… Por este dia, por este ano, por esta vida…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s