Era Tua, meu, nosso… mas vai deixar de ser.

Como pode o mesmo país que se rende – e bem! – aos Passadiços do Paiva, desperdiçar a beleza natural e selvagem da linha ferroviária do rio Tua? Como podem os sucessivos governantes continuar a delapidar o património natural da nação e condenar à desertificação aldeias e aldeias, continuando a tirar-lhes aquilo que lhes dá dinamismo?

Fui passear ao Tua. Parei o carro na antiga estação da Brunheda – aquela que será a cota mais alta da barragem – e aventurei-me a percorrer o caminho por onde circulavam os comboios da linha do Tua. Já sem carris nem estações a funcionar, mas ainda com muitos parafusos, tábuas, restos de destruição de edifícios e muitos campos já ao abandono, conformados que estão os seus proprietários. A beleza do Tua também já não é a mesma. A barragem já está a encher…

Ao longo dos 20 quilómetros (até onde a água deixou), se calhar um pouco mais, incluindo a ida e a volta, vi recantos lindos, cavados por entre as montanhas. Vi aquilo que não viram os governantes de Lisboa, tão instalados nos seus gabinetes: que estes locais podiam ser dinamizados em prol do turismo de natureza que faz, por estes dias, agitar a economia nacional. Ao longo do Paiva, os governantes locais tiveram visão e construíram de raiz o investimento. No Tua o investimento estava criado, carecendo apenas de dinamização. Mas os Governos centralistas não o permitiram.

Jorge Pelicano, no seu documentário «Páre, escute, olhe», bem tentou chamar a atenção. Outros se seguiram. Ninguém quis ver. Quem por lá puder passar, aproveite. Depois da barragem encher há coisas que se perdem para sempre. Espero que o país não se perca também, por entre decisões políticas erradas.

O afiómetro fica…

Mau

Mau

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s