Contemplar o Paiva do Passadiço

A azáfama do dia a dia pede descanso. Um dia diferente para relaxar e recarregar energias. E o melhor para repor a energia é passear! Esta semana reabriu ao público um local belíssimo para passeio: os Passadiços do Paiva. Oito quilómetros de ar puro, belas paisagens, um rio arisco a fazer-nos companhia e 3 praias fluviais que convidam a banhos (sim, ainda está frio, mas podem apontar na agenda!…).

Eu percorri o Passadiço no verão e fiz todo o percurso.Começamos na praia do Areinho, já com o sol a pique (um disparate!). Da praia até a Ponte de Alvarenga foi uma maravilha: percurso curto, com sombra, e a frescura do rio a acompanhar. Na ponte, olhamos a garganta do Paiva, enchemos o peito de ar, olhamos a escadaria monumental à nossa frente e pensamos: aí vamos nós! Como custa subir aquilo! Mas cada degrau oferece-nos um ângulo novo sobre a natureza. Uma maravilha.

Quando voltar aos Passadiços, volto a fazer o mesmo trajeto, porque apesar da dificuldade inicial, daí para a frente o percurso não trouxe qualquer dificuldade, apenas o som do rio e o verde da encosta. As fotos que podem ver não são minhas, mas de uma amiga que fez o percurso comigo (Recnshoot.ch). Digam lá se são ou não um regalo aos olhos?

Nessa altura, que bem que me soube o mergulho na praia fluvial do Vau! No entanto, o contacto com a natureza traz descobertas diferentes (Cores, cheiros, sons..) a cada estação do ano. É só escolher a que mais gostam e aproveitar. Por exemplo, no inverno, vão descobrir musgo e ribeiras que se lançam em quedas e água que desaparecem no verão.

Com a reabertura da infraestrutura, há novos parques de estacionamento e a obrigatoriedade de uma inscrição (www.passadicosdopaiva.pt) e do pagamento de 1 euro para a percorrer. Quanto a mim, só pontos positivos: com a enchente de visitantes que tinha no verão era difícil aproveitar a beleza do espaço na sua plenitude e um euro é muito pouco a pagar para tão agradável passeio.

Agora que o sol começa a espreitar, aventurem-se. Por estes dias, a depois de tão grande dilúvio, o rio Paiva corre bravo e selvagem… e quase toca o passadiço. Vale bem a pena. E depois de queimarem calorias a apreciar a paisagem, podem sempre repo-las ao degustar a gastronomia local. Haverá maior perfeição?!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Isto é….

Muito Bom

Muito Bom

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s