Tocata para dois clarins – Mário Cláudio

Tocata para dois clarins

Tocata para dois clarins

Este fim de semana acontece mais um “Escritaria”, em Penafiel. Este ano, o festival literário homenageia Mário Cláudio e entre as obras do autor que vão estar em destaque no programa está o “Tocata para dois clarins”. É um romance e eu gosto de romances. Mas não gosto de histórias de ‘chacha’, daquelas lamechas, com muita intriga – tipo novela – e que sabemos, muito antes dela terminar, que vai fechar com um «viveram felizes para sempre». (A sério? Alguém vive feliz para sempre????)
Feita esta ressalva, começo logo por dizer que gostei deste romance de Mário Cláudio. E gosto dos autores nacionais que não se fazem de coitadinhos nem mendigam atenção.
Mário Cláudio tem uma escrita forte, ou não fosse ele um homem do norte! E, através da sua escrita, conta-nos uma história de amor que acontece no início do século passado (o XX, claro). E o que tem esta história de amor de especial? Nada. É uma história como tantas outras. Mas esta história tem muitas histórias dentro dela, e entre essas, estão histórias de um Portugal que vive à sombra de um passado mas se quer afirmar no presente. Sim, sim, passa-se no início do século passado. Mas sim, podia ser no início deste século.
Eu não vivi no início do século passado. E prefiro muito mais esta perspectiva histórica dos acontecimentos do nosso país àquela cinzenta que vem nos livros de história. Até as emissões da Emissora Nacional parecem mais reais.
Fiquei mais rica com a leitura. Enriqueçam-se também!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s